Governo do Distrito Federal brasileiro estuda experiência portuguesa em energias renováveis

HOME

A Secretaria de Assuntos Estratégicos (SEAE) do Distrito Federal informou hoje que recebeu o presidente da Câmara Municipal de Moura e o presidente da empresa Lógica Energia, gestora do Parque Tecnológico da cidade.

Durante a reunião, foi determinada a instalação de um grupo de trabalho

A Secretaria de Assuntos Estratégicos (SEAE) do Distrito Federal informou hoje que recebeu o presidente da Câmara Municipal de Moura e o presidente da empresa Lógica Energia, gestora do Parque Tecnológico da cidade.

Durante a reunião, foi determinada a instalação de um grupo de trabalho que irá estudar a transferência de tecnologia fotovoltaica da cidade portuguesa de Moura para o Distrito Federal, segundo a SEAE.

Também participaram no encontro a Câmara de Comércio Brasil-Portugal em Brasília e a Companhia Energética de Brasília.

De acordo com o Governo do Distrito Federal, a construção do parque tecnológico deixará a população protegida de interrupções de energia.

Atualmente, a maior central fotovoltaica do mundo com seguidores (dispositivos que acompanham a trajetória solar) está situada na freguesia alentejana de Amareleja, no concelho de Moura.

A SEAE realçou que Brasília também apresenta vantagens para o uso desse tipo de energia, dado que é uma das regiões com maior incidência de radiação solar do mundo.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor