Unimed e Santa Bárbara d’Oeste otimizam processos com IBM

EmpresasHOMENegócios

 A Unimed Americana e Santa Bárbara d’Oeste, integrante do maior sistema de saúde da América Latina, em parceria com a IBM, implementou o Business Process Management (BPM), solução com o objetivo de otimizar os processos e oferecer maior visibilidade no seu gerenciamento, além de obter redução de custos de operações e aumento de controle e qualidade.

 A Unimed Americana e Santa Bárbara d’Oeste, integrante do maior sistema de saúde da América Latina, em parceria com a IBM, implementou o Business Process Management (BPM), solução com o objetivo de otimizar os processos e oferecer maior visibilidade no seu gerenciamento, além de obter redução de custos de operações e aumento de controle e qualidade.

por: Henrique Candeias 

Com mais de 300 médicos cooperados, 114 mil beneficiários, dois hospitais, sete laboratórios, duas farmácias e um centro de especialidades com foco em medicina preventiva e ocupacional, a Unimed Americana e Santa Bárbara d’Oeste precisava de maior eficiência na comunicação entre os setores estratégicos para definir regras de negócios. “Nosso principal objetivo era o alinhamento entre estratégia e operação para alcançarmos e superarmos nossas metas, atingindo assim, o crescimento desejado sem desperdício e com agilidade exigida pelo mercado”, explica Marcos Godoi, CIO (Chief Information Officer) da Unimed Americana e Santa Bárbara d’Oeste.

Como o pacote de ERP (Enterprise Resource Planning) usado até então era de difícil customização, a Unimed decidiu buscar uma solução de BPM (Business Process Management), por meio de uma metodologia própria da IBM. O primeiro processo submetido ao novo sistema foi o de reajuste de contratos, que passou a contar com regras documentadas, menor interação humana, redução do tempo de execução e monitoramento dos indicadores de desempenho. A etapa seguinte contemplou outros dois processos, o de reembolso de despesas médicas e o de triagem e encaminhamento no Centro de Medicina Integrada.

Com o projeto, os funcionários passaram a atuar no processo através de fluxos de trabalho que sequenciam a troca de informação e execução de funções, dando visibilidade ao ciclo como um todo. A automação das atividades também eliminou erros constantes em procedimentos manuais. “No longo prazo, o IBM Business Process Manager permitirá otimizar nossa capacidade de atendimento em todas as unidades de negócio, um dos fatores de grande importância para a nossa estratégia”, conclui Godoi.

Como resultado, a equipe da Unimed pode agora atuar nos processos por meio de fluxos de trabalho que trocam informações e executam tarefas, garantindo visibilidade a todo o ciclo de operações. O monitoramento de importantes indicadores de desempenho evidenciou que, nos processos de reajuste de contratos, foram empregados 57% de recursos a menos. Além disso, o tempo de execução, que antes era de cerca de um mês, hoje fica restrito a 15 dias, no máximo. Esse ganho de produtividade permite que a força de vendas lide com um maior volume de reajustes ao mesmo tempo. A automação das atividades eliminou os erros inerentes aos procedimentos que eram realizados de forma manual. Além do menor risco operacional, esse modo de operação tem assegurado maior satisfação e segurança no atendimento aos cliente


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor