Siemens admite devolver recursos de superfacturamento

HOME

A Siemens informou à Justiça de São Paulo que poderá devolver, aos cofres públicos, parte do valor que teria sido superfaturado no fornecimento de equipamentos de trens e metrô. De acordo com o jornal “A Folha de São Paulo”, a declaração foi feita por executivos da Siemens, no Brasil, em reunião com promotores. No início

A Siemens informou à Justiça de São Paulo que poderá devolver, aos cofres públicos, parte do valor que teria sido superfaturado no fornecimento de equipamentos de trens e metrô.

denuncia-ministerio-publicoDe acordo com o jornal “A Folha de São Paulo”, a declaração foi feita por executivos da Siemens, no Brasil, em reunião com promotores.

No início do mês, a empresa alemã denunciou um acordo secreto, do qual fazia parte, para formar cartéis ao competir licitações para compra de equipamento ferroviário, construção e manutenção de linhas de trens e metro, em São Paulo e no Distrito Federal.

Segundo a denúncia, empresas como a Siemens e também subsidiárias da Alstom, Bombardier, CAF e Mitsui acordavam preços mínimos que, na prática, aumentavam em média 20% os custos para fornecer equipamentos de transportes ao Metrô e à CPTM.

Há, ainda, suspeitas de que parte do dinheiro do superfaturamento de trens, vagões e contratos de prestação de serviços tenham sido utilizados para subornar autoridades do governo paulista.

Ao fazer a denúncia e colaborar com as investigações, a Siemens poderá, em acordo com a promotoria, garantir à empresa e aos seus executivos, imunidade administrativa e criminal.


Autor: RA
Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor