Kingston lança SSD para empresas que estão iniciando atividades de Big Data e virtualização

Data StorageEmpresasHOMENegócios

A fabricante de memórias Kingston lançou mundialmente o SSDNow E50, voltado para empresas que buscam economizar recursos na atualização dos seus sistemas de TI. O dispositivo de armazenamento sólido (SSD, em inglês) apresenta alta performance em leitura e escrita, recursos avançados de proteção dos dados e maior durabilidade. A novidade foi apresentada ontem durante o

A fabricante de memórias Kingston lançou mundialmente o SSDNow E50, voltado para empresas que buscam economizar recursos na atualização dos seus sistemas de TI. O dispositivo de armazenamento sólido (SSD, em inglês) apresenta alta performance em leitura e escrita, recursos avançados de proteção dos dados e maior durabilidade.

A novidade foi apresentada ontem durante o VMWorld, em São Francisco (EUA). “Com melhor custo-benefício comparado a outros modelos corporativos, o SSD E50 é ideal para aprimorar o desempenho de servidores nas tarefas mais requisitadas no dia a dia das empresas. Entre elas, o armazenamento temporário de dados (data caching), processamento de transações online e virtualização de performance”, explicou a empresa em comunicado cedido à imprensa.

A Kingston garante ainda que este produto também diminui a latência de entrada e saída de dados (IOPS). “Com isso, agiliza a transmissão de informações e evita congestionamento em servidores”.

“A aquisição de servidores de alta performance tem sido uma exigência para as empresas nos dias de hoje, quando as atividades de virtualização e Big Data já são realidade em muitas delas. Somente no primeiro trimestre deste ano, o crescimento desse mercado foi de 5,3%, de acordo com relatório da IDC”, comentou Gerardo Rocha, diretor executivo da Kingston do Brasil. “O que estamos oferecendo é uma opção mais econômica para que as empresas atualizem os seus sistemas de TI para as demandas cada vez maiores em termos de performance”, completa.

Outras vantagens apontadas ao SSDNow E50 são a tecnologia DuraWrite – que oferece proteção avançada de dados e maior vida útil à unidade – e RAISE. Esta última contribui para a redução de erros que podem ser causados durante as gravações.

Lançado nas capacidades de 100GB, 240GB e 480GB; o E50 chegará em breve ao Brasil. Nos EUA, os preços sugeridos são de US$ 290.00, US$ 510.00 e US$ 835.00, respectivamente.cloud computing

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor