Maioria das empresas industriais vão desenvolver aplicações móveis até final do ano

Mobilidade

Apesar da mobilidade se estar a tornar um meio de desenvolvimento de novas aplicações pelas empresas industriais, o crescimento das aplicações móveis coloca alguns desafios, nomeadamente no que diz respeito à gestão destas aplicações no contexto do ambiente de TI. A IDC lançou hoje um novo estudo, denominado “Business Strategy: Looking Forward to the Corporate

Apesar da mobilidade se estar a tornar um meio de desenvolvimento de novas aplicações pelas empresas industriais, o crescimento das aplicações móveis coloca alguns desafios, nomeadamente no que diz respeito à gestão destas aplicações no contexto do ambiente de TI. A IDC lançou hoje um novo estudo, denominado “Business Strategy: Looking Forward to the Corporate Application Store”, que explora as estratégias de desenvolvimento de lojas corporativas de aplicações móveis no contexto da maturidade da mobilidade das organizações.

A consultora alerta que a questão que se coloca aos responsáveis das empresas industriais é a de saber quando é que faz sentido canalizar a distribuição de aplicações móveis através de uma loja de aplicações móveis corporativa e de como desenhar, desenvolver, implementar e gerir estas lojas independentemente ou em conjunto com parceiros de TI.

O estudo evidencia que a loja de aplicações móveis corporativa ideal deve ser independente dos equipamentos e da fonte das aplicações, e que deve estar autorizada e cumprir os requisitos de governação e de segurança da organização.

Outro dado do estudo é que a taxa de adoção de lojas de aplicações móveis corporativas é inferior a 20%, apesar de mais de 80% das empresas industriais estarem em processo de desenvolvimento de aplicações móveis e a um ritmo superior às aplicações tradicionais.
“Como parte integrante da estratégia da criação de uma loja de aplicações móveis corporativa, as empresas industriais devem tomar as decisões de desenho, desenvolvimento, implementação e gestão no contexto da capacidade dos seus fornecedores de TI para suportar este desenvolvimento”, lê-se no documento apresentado à imprensa.

Por outro lado, o relatório explana que a decisão de abrir uma loja de aplicações corporativa deve ter em consideração a disposição dos colaboradores da organização na utilização desta loja, assim como a existência de aplicações móveis relevantes e atualizadas. A IDC acredita que a capacidade de suportar o desenvolvimento rápido de aplicações móveis através da utilização de “aplicações padronizadas” vai influenciar o sucesso destas lojas.

A IDC prevê ainda que as empresas industriais aumentem a adoção de lojas de aplicações móveis corporativas nos próximos 12 a 18 meses à medida que aceleram a disponibilidade de aplicações móveis aos seus colaboradores e procuram um modo de gerir, de um modo efetivo e seguro, os processos relacionados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor