Maioria dos futuros executivos antevê um futuro brilhante para o vídeo empresarial

EmpresasHOMENegócios

Em todo o mundo, há uma nova geração de executivos a entrar para as equipas de gestão das empresas. E, à semelhança do que aconteceu com as gerações anteriores, estes executivos trazem consigo as suas formas preferidas de comunicar e colaborar. Um estudo mundial anunciado pela Cisco revela que a maioria destes jovens executivos da

Em todo o mundo, há uma nova geração de executivos a entrar para as equipas de gestão das empresas. E, à semelhança do que aconteceu com as gerações anteriores, estes executivos trazem consigo as suas formas preferidas de comunicar e colaborar. Um estudo mundial anunciado pela Cisco revela que a maioria destes jovens executivos da próxima geração conta com o vídeo empresarial para se ligar a colegas e subordinados, bem como para ajudar as suas empresas a oferecer novos produtos e serviços.

video

O estudo Cisco Global Young Executives’ Video Attitudes Survey 2013 oferece uma visão clara sobre aquilo que os executivos que um dia serão decisores (34 anos e menos) pensam sobre o vídeo. A Cisco encomendou este estudo à Redshift Research, que conduziu um inquérito a mais de 1300 inquiridos em todo o mundo. As principais descobertas são:

• Três em cada cinco jovens executivos afirmam que vão depender mais do vídeo empresarial no decurso dos próximos cinco a dez anos.

• 87% acredita que o vídeo tem um impacto significativo e importante numa organização, citando benefícios que vão de melhorias na experiência dos trabalhadores remotos à poupança de custos com viagens, ou mesmo à capacidade de atrair talento de topo.

• 94% das organizações com menos de 400 empregados valorizam o vídeo pela sua capacidade de derrubar as barreiras linguísticas num mercado progressivamente mais global.

• 87% dizem que escolheriam trabalhar para uma empresa preparada para vídeo em detrimento de uma empresa que ainda não investiu em comunicações de vídeo de classe empresarial, porque a primeira “se preocupa em usar a tecnologia para impulsionar o crescimento do negócio”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor