Sony rejeita proposta de spin-off da unidade de entretenimento

Negócios

A Sony Corp rejeitou hoje a proposta do acionista ativista Daniel Loeb de fazer um spin-off parcial da unidade de entretenimento, avançou a Reuters. Mas o investidor bilionário prometeu continuar negociando com a empresa e explorar outras opções. A notícia da Reuters explana que a empresa japonesa ainda poderia obter sinergias da união de décadas

A Sony Corp rejeitou hoje a proposta do acionista ativista Daniel Loeb de fazer um spin-off parcial da unidade de entretenimento, avançou a Reuters. Mas o investidor bilionário prometeu continuar negociando com a empresa e explorar outras opções.

A notícia da Reuters explana que a empresa japonesa ainda poderia obter sinergias da união de décadas de conteúdo e hardware e prometeu divulgar mais informações sobre as operações de entretenimento.

O fundo “hedge” de Daniel Loeb, denominado Third Point LLC, empreendeu uma campanha de três meses para convencer a empresa a vender até um quinto da unidade de entretenimento, que reúne música, filmes e TV, para liberar capital para a unidade de eletrônicos.

Mas a diretoria da Sony concluiu com unanimidade que continuar a deter 100% do negócio de entretenimento, pois consideram ser “o melhor caminho e integra a estratégia da Sony”, disse o presidente-executivo da empresa, Kazuo Hirai, em uma carta a Loeb divulgada pela companhia.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor