Stefanini define Argentina como mercado-chave

EmpresasHOMENegócios

A Stefanini, provedora global de soluções de negócios baseadas em tecnologia, projeta um crescimento de 20% em 2013 para a sua filial da Argentina. Entre as apostas estão o Centro de Excelência para Outsourcing de Service Desk e Novos Serviços. Numa nota de imprensa Carlos Alberto Xavier, diretor de Operações da Argentina, reitera que a

A Stefanini, provedora global de soluções de negócios baseadas em tecnologia, projeta um crescimento de 20% em 2013 para a sua filial da Argentina. Entre as apostas estão o Centro de Excelência para Outsourcing de Service Desk e Novos Serviços.

Numa nota de imprensa Carlos Alberto Xavier, diretor de Operações da Argentina, reitera que a Stefanini vem crescendo regularmente no país. O executivo explica que a situação atual do país afetou alguns dos principais clientes que migraram seus investimentos para países em que os salários são mais agressivos e estáveis em relação ao dólar. “Com a ampliação do portfólio em cerca de 25 novos clientes nos últimos dois anos, a filial Argentina tem apresentado um resultado de crescimento positivo e esperamos superar o crescimento de 20% em 2013 com relação a 2012. A primeira filial da Stefanini fora do Brasil foi na Argentina, em 1996”, afirma.

Segundo Xavier, os serviços de desenvolvimento de software já representam um crescimento significativo se comparado a 2012. “A aquisição de empresas de produtos financeiros como Top Systems no Uruguai e a Stefanini Document Solutions no Brasil motivou a oferta de novos produtos mais eficientes, como o reconhecimento óptico de cheques em substituição ao conhecido padrão CMC-7 e softwares bancários contra lavagem de dinheiro como Topaz Trace”, diz.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor