Steve Ballmer deixa a Microsoft

EmpresasMobilidadeNegóciosTablets

Após catorze anos de liderança o exuberante CEO da gigante americana, deixa a empresa para se reformar. Com o argumento de que o cargo deve ser assumido por alguém mais novo que se possa prolongar por alguns anos no mesmo. O anúncio da Microsoft relativamente a saída do seu CEO foi feito ontem sexta-feira. Pode

Após catorze anos de liderança o exuberante CEO da gigante americana, deixa a empresa para se reformar. Com o argumento de que o cargo deve ser assumido por alguém mais novo que se possa prolongar por alguns anos no mesmo.

Steve_Ballmer_peace

O anúncio da Microsoft relativamente a saída do seu CEO foi feito ontem sexta-feira. Pode ler-se nesse comunicado que Balmer se vai manter na frentes dos destinos da empresa até ser encontrado o seu sucessor. A Microsoft criou um comité especial para do decorrer dos próximos doze meses encontrar o novo CEO da companhia. Neste comité terão assento, o fundador e “chairman” da companhia Bill Gate, John W. Thompson que presidirá a este comité, Chuck Noski e Steve Luczo. Os candidatos a CEO da Microsoft, podem ser ou não pessoas quadros da empresa. Para encontrar a CEO perfeito a Microsoft vai contar com a ajuda da multinacional de recrutamento, Heidrick & Struggles. A Microsoft procura alguém que esteja de acordo, e se encaixe na perfeição na estratégia de restruturação que Steve Ballmer preparou e oficializou no passado 11 de Julho. Onde define como prioridades a liderança mundial de software, uma forte e determina aposta no mercado dos smarthphones e tabletes. Assim como uma restruturação e refrescamento dos quadros superiores da companhia.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor