Vivendi reduz em 20% meta do negócio no Brasil

EmpresasNegócios

O grupo francês de mídia e telecomunicações Vivendi reduziu metas anuais para seus negócios com TV paga e de telefonia na França e no Brasil depois de registrar queda na receita no segundo trimestre. A meta crescimento de vendas da unidade brasileira GVT está agora em torno de dois dígitos médios, ante a expectativa anterior de

O grupo francês de mídia e telecomunicações Vivendi reduziu metas anuais para seus negócios com TV paga e de telefonia na França e no Brasil depois de registrar queda na receita no segundo trimestre. A meta crescimento de vendas da unidade brasileira GVT está agora em torno de dois dígitos médios, ante a expectativa anterior de mais de 20 por cento.

image description

Pressão sobre a unidade de telefonia SFR, a maior divisão do grupo em receitas e lucro, continuou no período em meio a uma guerra de preços de serviços móveis na França, avança a Reuters.

As vendas da Vivendi no segundo trimestre caíram 0,5 por cento para 5,43 bilhões de euros (7,24 bilhões de dólares), enquanto o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) recuou mais de 20 por cento, para 762 milhões devido principalmente à competição enfrentada pela SFR.

Incluindo o negócio que a Vivendi está vendendo, o lucro líquido do grupo atribuível aos acionistas subiu 7,5 por cento para 501 milhões de euros, ajudado por fortes vendas de videogames.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor