Abertura do Rio Info 2013 marcada por segurança da Internet e políticas de incentivo à tecnologia

Negócios

A importância de políticas de incentivo à tecnologia e à produtividade nacional, o marco civil da Internet e a segurança de dados foram temas que marcaram a abertura da 11ª edição do Rio Info 2013. Benito Paret, presidente do Sindicato das Empresas de Informática do Rio de Janeiro, ressaltou que as instituições públicas e privadas

A importância de políticas de incentivo à tecnologia e à produtividade nacional, o marco civil da Internet e a segurança de dados foram temas que marcaram a abertura da 11ª edição do Rio Info 2013.

Lock background

Benito Paret, presidente do Sindicato das Empresas de Informática do Rio de Janeiro, ressaltou que as instituições públicas e privadas têm tido pouca preocupação com a segurança da chamada computação em nuvem. Outro assunto destacado foi o da necessidade de investir no desenvolvimento de aplicativo voltados para a realidade brasileira.

Paret acredita que a “lei do cabo”, que obriga a exibição de conteúdo nacional na TV a cabo, cria espaço para financiar o desenvolvimento de aplicativos nacionais, o que seria uma oportunidade para a indústria nacional.

Jorge Sukarie Neto, presidente executivo da Associação Brasileira das Empresas de Software, afirmou que o mercado de software e TI nacional registrou um crescimento de 10, 8 por cento em 2012 e que a estimativa é de que em 2013 esse avanço seja de 14,5 por cento. Embora a indústria de TI brasileira ainda não tenha despontado no mercado internacional como potencia, o cenário é positivo, acredita.

Gustavo Tutuca, secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, anunciou o lançamento do Programa Startup Rio de Janeiro no início do próximo mês. O objetivo é selecionar propostas de negócios para o setor de TI e transformá-las em empresas.

O governo federal está empenhado em desenvolver políticas públicas que fomentem o desenvolvimento da área de TI, segundo o secretário executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Luiz Antônio Rodrigues Elias. Segundo este, a administração pública tem reafirmado seu compromisso com esse segmento por meio da reestruturação das universidade públicas, ampliação das possibilidades e recursos de pesquisa e do estímulo à criação de centros tecnológicos de ponta.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor