e-Social começa a valer em 2014

Negócios

O tempo de armazenamento das informações entregues pelos empregadores ao e-Social, é estimado em 35 anos, gerou discussão entre empresários no Rio Info 2013. O prazo vale tanto para o empregador quanto pelo ambiente nacional. Segundo os profissionais de TI, esse prazo estendido é um grande desafio, pois a evolução dos hardwares e dos softwares

O tempo de armazenamento das informações entregues pelos empregadores ao e-Social, é estimado em 35 anos, gerou discussão entre empresários no Rio Info 2013. O prazo vale tanto para o empregador quanto pelo ambiente nacional. Segundo os profissionais de TI, esse prazo estendido é um grande desafio, pois a evolução dos hardwares e dos softwares é constantes, o que dificultará o armazenamento de dados vivos.

servicios ti

Na avaliação que fizeram, o Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), empresa responsável pelo desenvolvimento do sistema, terá que estar sempre preparado para dar uma solução ao problema.

As empresas tributadas pelo lucro real deverão se cadastrar até 30 de abril de 2014,  com o envio de eventos mensais de folha e apuração de tributos em até 30 de maio do mesmo ano. Já a substituição da GFIP a partir de julho.

As tributadas pelo lucro presumido e empresas do Simples Nacional, deverão se cadastrar até 30 de setembro de 2014, e o envio de eventos mensais de folha e apuração de tributos deve iniciar até 30 de outubro do mesmo ano. Já a substituição da GFIP a partir de novembro.

Questionado do por que as empresas terão que armazenar esses dados visto que o ambiente nacional fará isso,

Antônio Villaski, representante do Serpro explicou que a duplicidade de armazenamento inicial poderá ser desnecessária no futuro, pois com o aperfeiçoamento do sistema, os empregadores terão a possibilidade de fazer o download  diretamente do portal, no caso, por exemplo, da empresa perder todo o seu banco de dados.

Para as empresas em geral a escrituração do e-Social será feita através de arquivos digitais no formato XML, que deverão se transmitidos ao ambiente nacional utilizando a tecnologia web service. Na ocasião, haverá integração direta entre o sistema informatizado do empregador e o ambiente nacional do e-Social para transmissão dos arquivos, sem necessidade de preenchimento de telas na Internet ou de programas geradores de escrituração ou declaração.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor