Empresas têm de capitalizar informações das redes sociais

EmpresasNegócios

Com 8,9 milhões de usuários no Twitter e 43,3 milhões de contas ativas no Facebook, o Brasil é um dos países mais presentes nas redes sociais no mundo. Porém, com relação ao uso desse canal nos negócios, ainda estamos começando a aprender como capitalizar em cima das informações coletadas online, admite Fernanda Benhami, gerente de produtos

Com 8,9 milhões de usuários no Twitter e 43,3 milhões de contas ativas no Facebook, o Brasil é um dos países mais presentes nas redes sociais no mundo. Porém, com relação ao uso desse canal nos negócios, ainda estamos começando a aprender como capitalizar em cima das informações coletadas online, admite Fernanda Benhami, gerente de produtos de Marketing Analytics do SAS Brasil. As organizações que iniciaram projetos de monitoramento há dois ou três anos já descobriram quem são seus públicos de interesse e o que eles pensam e falam sobre suas empresas ou produtos. Para elas, o desafio agora é analisar esses dados e conseguirem encontrar insights para aprimorar sua relação com os influenciadores, diz a especialista.

servicios ti

A empresa advoga que o uso do SAS Social Media Analytics, por exemplo, permite que as empresas com interação direta ou indireta com o consumidor possam determinar o que cada cliente realmente quer, identificando novas tendências ou mudança de comportamento no momento que elas estão acontecendo. “Um ótimo exemplo disso é o que está fazendo a varejista especializada em moda feminina Chico’s, que além das lojas que levam seu nome, atua também com as marcas White House| Black Market [WHBM] e Soma Intimates. Ao todo, ela opera mais de 1.100 boutiques, 125 outlets e três e-commerce (um para cada marca)”.

Por meio da análise de sentimentos das conversas dos consumidores no Facebook, Twitter, YouTube, fóruns de discussão e blogs, além da classificação da relevância da mensagem e do grau de influência do autor, a empresa visa entender como as redes sociais e os influenciadores online impactam seus negócios. Dessa maneira é possível melhorar sua tomada de decisão em tempo real. “A abordagem da Chico’s vai além de escutar, identificar tendências ou oferecer um produto com um desconto interessante ou uma promoção especial. O objetivo é entender porque os clientes estão comprando determinado produto, como foi a experiência de compra e quais abordagens foram bem-recebidas. Isso traz um real valor ao negócio e gera fidelização, ajudando a criar defensores da marca”.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor