França investiga contratos da Apple com empresas de telecom

Negócios

O ministério das Finanças da França está investigando as condições impostas pela Apple às operadoras que vendem seus smartphones, de acordo com a rede francesa BFMTV, avançou a agência Reuters. Um órgão administrativo chamado de DGCCRF, que tem como tarefas proteger os consumidores e assegurar a concorrência, está investigando várias cláusulas nos contratos da Apple

O ministério das Finanças da França está investigando as condições impostas pela Apple às operadoras que vendem seus smartphones, de acordo com a rede francesa BFMTV, avançou a agência Reuters.

apple

Um órgão administrativo chamado de DGCCRF, que tem como tarefas proteger os consumidores e assegurar a concorrência, está investigando várias cláusulas nos contratos da Apple com operadoras de telefonia móvel, incluindo requisitos de volume de vendas, restrições de publicidade e comissões dadas às equipes de vendas.

Operadoras como a Orange da França e a SFR da Vivendi têm reclamado reservadamente sobre o poder detido pela Apple nas negociações já que nenhuma operadora pode ficar sem o iPhone em sua linha de produtos.

O DGCCRF não quis comentar o relato, enquanto a Apple na França não respondeu a pedidos por comentários.

Fiscais antitruste da autoridade de concorrência francesa também fizeram buscas no escritório da Apple na França em julho, investigando a relação da empresa com seus revendedores.

O jornal Les Echos disse à época que a agência de concorrência também estava investigando a maneira pela qual a Apple vende produtos em sua App Store onde consumidores podem comprar de tudo, de jornais a vídeo games.

Em março também veio à tona que a União Europeia está investigando potenciais violações antitruste envolvendo a distribuição de iPhones e iPads, depois de receber o que fontes disseram ser reclamações informais de operadoras de telefonia.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor