Intel lança disco com proteção para acessos não autorizados

EmpresasEscritórioNegócios

A Intel Corporation lançou uma nova linha de discos de armazenamento digital que protegem os dados de acessos não autorizados utilizando recursos de segurança corporativa, como a criptografia, diz a Reuters. O anúncio foi feito durante o Intel Developer Forum (IDF), em San Francisco. Os discos de armazenamento SSDs têm a mesma função dos tradicionais HDD,

A Intel Corporation lançou uma nova linha de discos de armazenamento digital que protegem os dados de acessos não autorizados utilizando recursos de segurança corporativa, como a criptografia, diz a Reuters. O anúncio foi feito durante o Intel Developer Forum (IDF), em San Francisco.

intel-logo-HD_wallpapers_hi_res

Os discos de armazenamento SSDs têm a mesma função dos tradicionais HDD, mas são mais rápidos por não terem um disco físico, contando com memória flash.

Segundo a empresa, a linha Intel Solid-State Drive (SSD) Professional, que inclui o Intel Solid-State Drive Pro 1500 Series, foi projetada para trabalhar com a quarta geração dos processadores Intel Core com a tecnologia Intel vPro.

A companhia afirma que a solução minimiza o tempo de inatividade e tem avançada administração de energia, reduzindo o consumo até 90 por cento em comparação com os HDDs.

De acordo com a Intel, os formatos e consumo menores habilitam dispositivos com perfis mais finos, com maior duração da bateria, incluindo ultrabooks, dispositivos dois em um e PCs tradicionais.

A nova linha de discos foi apresentada durante o evento promovido pela empresa, que ocorre até amanhã no Moscone Center West, em San Francisco.

“Hoje, os funcionários estão cada vez mais móveis e trabalhando em múltiplos ambientes”, disse Rob Crooke, vice-presidente corporativo da Intel e gerente geral do Grupo de Soluções de Memória Não Volátil da Intel.

“O Intel SSD Pro 1500 Series assegura que os funcionários tenham a flexibilidade, a duração de bateria e o desempenho que eles precisam, enquanto o departamento de TI (Tecnologia da Informação) tem a segurança de que os dados estejam seguros e protegidos e de que o dispositivo possa ser gerenciado remotamente”, afirmou o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor