Yahoo! publica relatório sobre pedidos por parte de governos

e-MarketingSegurança

O Yahoo! publicou o seu primeiro relatório de transparência global no qual revelou os pedidos realizados por 17 governos nacionais durante o primeiro semestre do ano sobre dados confidenciais de seus usuários. Os dados do Yahoo! se centram nos países onde a empresa tem uma filial e pode ser obrigadas pelas suas leis a facilitar

O Yahoo! publicou o seu primeiro relatório de transparência global no qual revelou os pedidos realizados por 17 governos nacionais durante o primeiro semestre do ano sobre dados confidenciais de seus usuários.

Yahoo! Sunnyvale headquarters.  October 28, 2001 (Y! Photo / Brian McGuiness)

Os dados do Yahoo! se centram nos países onde a empresa tem uma filial e pode ser obrigadas pelas suas leis a facilitar a informação.

Entre o dia 1 de janeiro e 30 de junho deste ano, o Yahoo! recebeu quase 30 mil pedidos de 17 países, nos quais requereu informação de 62 mil contas.

Os Estados Unidos realizaram quase metade dos pedidos, 64 por cento do total. O Brasil aparece na lista mas não passa as mil solicitações.

O Yahoo! rejeitou apenas 2 por cento dos pedidos feitos pelos EUA e 17 por cento no caso brasileiro.

Na maioria das vezes, a Yahoo! entregou às autoridades nacionais dados como o nome do usuário da conta, localização, endereço IP, e-mail alternativo e os contatos com quem trocaram mensagens. Em algumas ocasiões, a empresa permitiu que as autoridades conhecessem conteúdos de e-mails.

O Yahoo! garantiu que, a partir de agora publicará um relatório similar a cada seis meses.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor