Brasil e Suíça oficializam plano de ação em ciência e tecnologia

HOME

O presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva, assinou  um Plano de Ação para implementação do Acordo de Cooperação na área de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) entre Brasil e Suiça. O secretário de Estado de Relações Exteriores da Suiça, Yves Rossier, esteve presente na Embaixada de seu país, em

O presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva, assinou  um Plano de Ação para implementação do Acordo de Cooperação na área de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) entre Brasil e Suiça.

cbf_brasil_t_shirt-1920x1080

O secretário de Estado de Relações Exteriores da Suiça, Yves Rossier, esteve presente na Embaixada de seu país, em Brasília, para assinar o documento e oficializar a iniciativa que ficará vigente entre 2014 e 2016.

O Plano de Ação prevê a execução de projetos de pesquisa conjuntos com a inclusão de bolsas de doutorado e pos-doc, intercâmbio de cientistas, pesquisadores, especialistas, estagiários e para desenvolvimento de recursos humanos através do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) e do Programa de Bolsas de Excelência da Confederação Suiça. A realização de seminários, workshops e simpósios para a promoção da interação entre instituições e grupos de pesquisas também faz parte da cooperação.

Para 2014, está previsto o lançamento de uma chamada pública conjunta de apoio a projetos de pesquisa, a visita de uma delegação brasileira ao país parceiro e uma reunião da Comissão Mista durante a passagem da delegação do Brasil pela Suíça.

As áreas do conhecimento inclusas no plano são: Saúde, com foco em produtos farmacêuticos, doenças negligenciadas e neurociências; Energia, privilegiando recursos renováveis e eficiência; Ciência da Computação e da Comunicação, incluindo Programas de Pesquisas em Rede e associando laboratórios, universidades e indústrias; Química, voltada a tecnologias limpas; Nanotecnologia e Biotecnologia, em aplicações para a saúde, meio ambiente, agricultura e novos materiais; Ciências Humanas e Sociais; e Desenvolvimento Urbano.

O CNPq e a Fundação Nacional Suiça para Pesquisa Científica (FNS) serão instituições responsáveis por viabilizar os instrumentos técnicos do acordo. A Diretora de Cooperação Institucional do CNPq, Liane Hentschke, acompanhou o Presidente durante a cerimônia.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor