Falhas críticas também afetam Xbox One

EscritórioHOME

Logo após o lançamento, o novo console da Microsoft também está apresentando falhas de hardware e software, assim como o concorrente PS4. A principal falha relatada por centenas de consumidores é no drive de blu-ray, que faz um som alto, como se as engrenagens do mecanismo estivessem mal alinhadas. Aparentemente, os discos não sofrem danos,

Logo após o lançamento, o novo console da Microsoft também está apresentando falhas de hardware e software, assim como o concorrente PS4. A principal falha relatada por centenas de consumidores é no drive de blu-ray, que faz um som alto, como se as engrenagens do mecanismo estivessem mal alinhadas.

xbox-one-controller-shot

Aparentemente, os discos não sofrem danos, mas o console apresenta uma mensagem de erro avisando que o disco não foi reconhecido ou que não pode ser lido.

Outros usuários relataram um problema em que o console entra em um ciclo infinito de travamento e reinicialização. Alguns verificaram que os fones de ouvido para comunicação multiplayer não funcionaram, reproduzindo apenas estática.

O erro mais grave encontrado acontece logo após o boot. A tela escura exibe a mensagem de erro “E100”, que segundo a página de suporte do Xbox One, aponta um erro fatal de hardware originado por um update obrigatório de software. A única solução para o defeito é levar o console para a assistência técnica da Microsoft.

Com vendas recorde de mais de um milhão de unidades nas primeiras 24 horas após o lançamento, o Xbox One representa um retorno da Microsoft à arquitetura x86. Assim como o Xbox original, o Xbox One utiliza hardware similar ao dos computadores. O primeiro Xbox utilizava CPU Pentium III e GPU da Nvidia. O novo console vem equipado com processador e GPU fabricados pela AMD.

O Xbox 360 possui arquitetura de CPU PowerPC, com GPU da AMD. A mudança de arquitetura foi feita para facilitar a programação dos jogos, que praticamente não precisam de adaptação de código em relação às versões para PC. A Sony seguiu a mesma estratégia com o PlayStation 4, que também traz embarcados chips da AMD.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor