Novo canal de e-banking é disponibilizado por operadoras

HOMEMobilidade

O protocolo USSD (Unstructured Supplementary Service Data), presente em todas as redes GSM e compatível com qualquer telefone móvel, foi disponibilizado pelas operadoras de telefonia para bancos e instituições financeiras para que um maior número de pessoas possa utilizar serviços de banco móvel. Através de uma ligação para um número que começa por asterisco, o

O protocolo USSD (Unstructured Supplementary Service Data), presente em todas as redes GSM e compatível com qualquer telefone móvel, foi disponibilizado pelas operadoras de telefonia para bancos e instituições financeiras para que um maior número de pessoas possa utilizar serviços de banco móvel.

ussd

Através de uma ligação para um número que começa por asterisco, o correntista acessa diretamente o menu do seu banco em uma interface de texto. Até então, apenas serviços internos das próprias operadoras celulares utilizavam o recurso, especialmente para recarga de créditos em pré-pagos.

Claro e Vivo já prepararam APIs para o desenvolvimento de soluções que acessem suas redes USSD. Na Vivo, o acesso à plataforma USSD já é um produto disponível no mercado. Na Claro, a solução está em testes. Sem demora, o Citibank foi o primeiro a botar no ar o novo canal, acessível pelo número *745. Bradesco e Santander estão negociando, assim como o Carrefour (neste caso, para os portadores do seu cartão de crédito). A oferta do protocolo representa uma uma nova fonte de receita para as operadoras.

Com foco na classe D, o acesso ao banco via USSD será gratuito. A cada sessão aberta será possível realizar operações como consulta de saldo, extrato e geração de pincode. A interface é simples de usar e rápida, em especial para quem tem um aparelho mais simples, ainda maioria no mercado nacional. Correntistas com smartphones também podem acessar o sistema, porém tem a disposição uma experiência de uso mais rica por meio dos aplicativos.

A vantagem do novo canal para os bancos é o menor custo, pois o m-banking por USSD é mais barato que o atendimento via URA ou call center. As teles cobrarão dos bancos por sessão, cujo preço deve equivaler a aproximadamente quatro SMS corporativos. A venda será feita no atacado, com grandes volumes de sessões para cada banco usar ao longo de um determinado período de tempo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor