Novo iPhone 5S custará até R$ 3.599 no Brasil

HOMEMobilidade

Os primeiros aparelhos da nova safra lançada pela Apple começarão a ser vendidos nos primeiros minutos da próxima sexta-feira, 22 de novembro. A TIM foi a primeira operadora a divulgar os salgados preços para aparelhos desbloqueados: o 5C custará de R$ 1.999 (16GB) a R$ 2.399 (32GB). O iPhone 5S, modelo topo de linha equipado

Os primeiros aparelhos da nova safra lançada pela Apple começarão a ser vendidos nos primeiros minutos da próxima sexta-feira, 22 de novembro. A TIM foi a primeira operadora a divulgar os salgados preços para aparelhos desbloqueados: o 5C custará de R$ 1.999 (16GB) a R$ 2.399 (32GB). O iPhone 5S, modelo topo de linha equipado com sensor biométrico, sairá por módicos R$ 3.199 (32GB) e R$ 3.599 (64GB).

iphone 5sbr

Nos EUA, em conversão direta do dólar, o 5S mais caro custa aproximadamente R$ 1.950. Já o 5C de 32GB custa cerca de R$ 1.480.

Por enquanto, apenas a Tim divulgou os preços dos iPhones, que também serão comercializados por Claro, Oi e Vivo.

Dez pontos de venda da Tim serão abertos na virada do dia 21 para o dia 22 de novembro para iniciar as vendas: as lojas do New York City Center (Rio de Janeiro), Shopping Eldorado (São Paulo), Shopping Dom Pedro (Campinas), Savassi (Belo Horizonte), ParkShopping (Brasília), Shopping Recife (Recife), Salvador Shopping (Salvador), Boulevard Shopping (Belém), Shopping Iguatemi (Porto Alegre) e o Espaço TIM (Curitiba). De acordo com a operadora, todas as unidades farão coquetéis para convidados a partir das 22h. Os dois modelos estarão disponíveis somente à meia-noite.

O novo iPhone 5S quebrou o paradigma de preço de lançamento de smartphones topo de linha no Brasil. Historicamente, um aparelho nunca chegou a ser lançado por mais de R$ 2.500. E mesmo esse preço caia rapidamente em questão de dois ou três meses. O valor de R$ 2 mil é considerado um “número mágico” pelos fabricantes, com maior venda.

Oi e Claro divulgarão os locais que participarão da madrugada de lançamento. A Vivo ainda não se posicionou a respeito.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor