Oi quer financiar negócios móveis para impor presença no mercado

EmpresasNegócios

A Oi anuciou numa conferência que pode vir a levantar recursos se decidir buscar aquisições para impulsionar sua participação no mercado. Zeinal Bava, presidente-executivo da empresa Oi e Portugal Telecom, diz que não descarta a hipótese de vender ações para financiar um acordo móvel ou reduzir a dívida da empresa. O Presidente disse ainda que

A Oi anuciou numa conferência que pode vir a levantar recursos se decidir buscar aquisições para impulsionar sua participação no mercado.

cieco164585

Zeinal Bava, presidente-executivo da empresa Oi e Portugal Telecom, diz que não descarta a hipótese de vender ações para financiar um acordo móvel ou reduzir a dívida da empresa.

O Presidente disse ainda que os níveis de dívida do grupo não deixam a admistração numa situação confortável. “Claro, não nos sentimos confortáveis sobre esse nível. O mercado provalvemente irá preferir níveis de dívida a duas vezes o lucro principal”.

O mercado de telefonia móvel no Brasil é dominado por quarto empresas: a Oi, a Vivo, a espanhola Telefónica e a Telecom Italia. Deste modo, a Oi precisa de aumentar recursos para financiar aquisições no mercado.

Espera-se que a fusão entre Oi e Portugal Telecom seja concluída no primeiro semestre de 2014. Até lá, Zeinal Bava adiantou que “Vamos continuar a monitorar o que acontece no Brasil. Temos capacidade de olhar para aquisições se quisermos, mas neste momento nosso foco é em simplificar nossa estrutura corporativa com a conclusão da fusão. Assim que fizermos isso, podemos olhar para outras coisas.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor