Taxibeat recebe aporte de R$ 10 milhões

HOMEMobilidadeNegócios

A Taxibeat, depois de uma rodada de investimentos de capital de risco, conseguiu captar R$ 10 milhões. A primeira medida da empresa, após a confirmação do novo investimento foi suspender a cobrança das corridas realizadas com o aplicativo. Assim, os taxistas deixam de desembolar R$ 2,00 por corrida realizada pelo app. A estratégia agressiva coloca

A Taxibeat, depois de uma rodada de investimentos de capital de risco, conseguiu captar R$ 10 milhões. A primeira medida da empresa, após a confirmação do novo investimento foi suspender a cobrança das corridas realizadas com o aplicativo. Assim, os taxistas deixam de desembolar R$ 2,00 por corrida realizada pelo app.

taxibeat

A estratégia agressiva coloca a Taxibeat em situação favorável em relação aos concorrentes, como a EasyTaxi, que cobram a cada transação realizada via aplicativo.

“O Brasil é o principal mercado da Taxibeat atualmente e esse investimento trará benefícios para todos os usuários, com grande impacto no mercado local”, afirmou Nikos Drandakis, fundador da Taxibeat em recente visita ao país.

“O investimento chega em um momento importante, quando o mercado global de aplicativos de táxi se mostra cada vez mais sólido e a Taxibeat se destaca pela qualidade do seu produto e serviço” declarou em nota o executivo Duffy Sardo, diretor da Taxibeat na América Latina.

Com o equivalente a 25% da frota de taxis de São Paulo e Rio cadastrados, o alvo da Taxibeat é aumentar para 30% a adesão dos taxistas ao app até o final de 2013. O aplicativo, disponível para Android e iOS, já chegou a 250 mil downloads no Brasil.

Com Copa e Olímpiada chegando, o uso de aplicativos para taxi só tende a crescer. Como existe a facilidade de pagamento com cartão e um sistema de avaliação dos usuários, que classificam os carros e taxistas, a qualidade do serviço aumenta. Deste modo, o atendimento do taxista, que tem uma reputação a zelar, só tem a melhorar, assim como a satisfação dos clientes aumenta na mesma proporção.

“A melhoria do serviço de táxi impacta na economia do país, no transporte das cidades e na qualidade de vida das pessoas. O estrangeiro que vem ao Brasil para os grandes eventos esportivos precisa encontrar um sistema eficaz de táxi nas cidades, além do próprio brasileiro”, conclui Nikos Drandakis.

Fundada há dois anos na Europa, a Taxibeat tem presença na França, Noruega, Romênia, Grécia, Brasil e México. o conceito por trás do app é revolucionar a indústria de táxis e os serviços de transporte nas cidades em todo o globo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor