Análise de DNA será chave para saúde

Business IntelligenceData StorageHOME

Segundo as previsões do estudo 5 in 5, da IBM, em cinco anos o tratamento do câncer ganhará impulso ao focar-se o tratamento no DNA, em vez de apenas combater as células anômalas. No futuro próximo, a análise do DNA do paciente permitirá que os tratamentos sejam muito mais eficazes, atuando especificamente na origem do

Segundo as previsões do estudo 5 in 5, da IBM, em cinco anos o tratamento do câncer ganhará impulso ao focar-se o tratamento no DNA, em vez de apenas combater as células anômalas.

5in5 medicina

No futuro próximo, a análise do DNA do paciente permitirá que os tratamentos sejam muito mais eficazes, atuando especificamente na origem do problema. Esse salto tecnológico é importante, pois a população mundial envelhece gradualmente, e o custo de tratamentos de alto nível pode ser proibitivo.

Com o poder computacional disponível em cinco anos, a IBM acredita que o mapeamento de DNA de um paciente levará apenas um dia, com um custo compatível aos tratamentos atualmente cobertos pelos planos de saúde.

E fazer uso dessa tecnologia para os serviços de saúde é bom negócio: identificando e tratando doenças sérias logo no começo, de forma muito mais eficaz, evita-se gastos muito maiores com internações e unidades de terapia intensiva, o que tira a pressão de custos do sistema e universaliza o acesso à prevenção.

Toda essa base de dados de saúde também será crucial para que médicos troquem informações por meio da nuvem e elaborem diagnósticos mais precisos, inclusive identificando melhores formas de tratamento para doenças existentes. Em vez de se reunirem apenas em congressos, médicos de todo mundo estariam em constante contato, comparando notase compartilhando conhecimento, que pode levar inclusive à cura de doenças sérias.

Por fim, o conhecimento chegaria a mais pessoas em locais afastados, onde médicos teriam o mesmo nível de apoio técnico que aqueles que trabalham em centros de referência. E como todo o sistema é inteligente, padrões epidêmicos poderiam ser percebidos com muita antecedência, ajudando na mobilização.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor