BlackBerry recua em produção de aparelhos

Negócios

A BlackBerry vai entrar em um acordo de produção de aparelhos que reduz o risco de que precise fazer mais baixas contábeis de smartphones não vendidos, e suas ações subiram mesmo depois de resultados trimestrais desanimadores, disse a Reuters. O papel subiu 17 por cento depois que a empresa anunciou uma parceria de cinco anos

A BlackBerry vai entrar em um acordo de produção de aparelhos que reduz o risco de que precise fazer mais baixas contábeis de smartphones não vendidos, e suas ações subiram mesmo depois de resultados trimestrais desanimadores, disse a Reuters.

The Blackberry stand is pictured at the

O papel subiu 17 por cento depois que a empresa anunciou uma parceria de cinco anos com a FIH Mobile Ltd, controlada pela Foxconn. A empresa vai inicialmente montar aparelhos de menor preço para vender na Indonésia e outros mercados emergentes. A BlackBerry disse que espera expandir a parceria para seus smartphones de alto padrão.

O negócio é pouco convencional pois a BlackBerry não vai mais pagar antecipadamente por componentes usados em aparelhos feitos pelas fábricas da Foxconn em fábricas da Indonésia e do México.

Ao contrário, a Foxconn terá uma participação no lucro de cada aparelho em troca de assumir a gestão do estoque. A Foxconn também vai ajudar a desenvolver, criar e distribuir os aparelhos.

O presidente John Chen, que assumiu a BlackBerry no mês passado, disse que espera que o acordo com a Foxconn ajude o negócio de aparelhos da BlackBerry a ficar com fluxo de caixa positivo, e a companhia como um todo a apresentar lucro no ano fiscal que começa em 2015.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor