Microsoft derruba rede de computadores zumbificados

HOMESegurança

Em guerra contra o crime organizado, a gigante de softwares conseguiu, após entrar com processo na justiça, bloquear via provedores todo o tráfego para 18 endereços na web, que eram usados para atividades ilícitas. Ao mesmo tempo, diversos países europeus cumpriram mandados de busca e apreensão, desativando e invadindo servidores que pudessem fornecer mais indícios contra

Em guerra contra o crime organizado, a gigante de softwares conseguiu, após entrar com processo na justiça, bloquear via provedores todo o tráfego para 18 endereços na web, que eram usados para atividades ilícitas.

pc zumbificado

Ao mesmo tempo, diversos países europeus cumpriram mandados de busca e apreensão, desativando e invadindo servidores que pudessem fornecer mais indícios contra os líderes da organização criminosa ZeroAccess, responsável pela rede zumbi.

As redes zumbis,também conhecidas como botnets, funcionam a partir de vírus e backdoors que obriga as máquinas infectadas a clicarem em propagandas sem o conhecimento do proprietário do computador. Os esquemas prejudicam anunciantes em sites de busca como o Bing, da Microsoft, ao gerar cliques que não têm chance de terminar em vendas. Outro uso das redes zumbis são os ataques DDoS. As máquinas infectadas ficam dormentes até que o responsável pelo vírus deflagra o ataque, que pode derrubar sites e redes ligadas à web.

Richard Boscovich, conselheiro geral assistente da Microsoft, afirmou que essa é apenas uma das redes que estão na mira da empresa. Existem fortes indícios que apontam que os operadores da botnet estejam baseados na Rússia, enquanto o criador do software malicioso pode estar baseado em outro lugar, completou Boscovich.

A Microsoft revelou que o esquema tinha um impacto estimado em 2,7 milhões de dólares por mês aos anunciantes no Bing, no Google e no Yahoo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor