Sala de aula do futuro aprenderá sobre os alunos

Business IntelligenceData StorageHOME

Anualmente, a IBM divulga um estudo, denominado 5 in 5, que mostras a tendências que a fabricante mapeou durante o ano e que acredita que possam ser factíveis nos próximos 5 anos. Nos dias seguintes, a B!tmag Brasil falará um pouco de quais foram as cinco tendências apontadas, culminando a série de posts com uma

Anualmente, a IBM divulga um estudo, denominado 5 in 5, que mostras a tendências que a fabricante mapeou durante o ano e que acredita que possam ser factíveis nos próximos 5 anos.

5in5 educa

Nos dias seguintes, a B!tmag Brasil falará um pouco de quais foram as cinco tendências apontadas, culminando a série de posts com uma entrevista exclusiva com Fabio Gandour, Cientista Chefe da IBM do Brasil.

A primeira tendência apontada no estudo foi que as salas de aula aprenderão sobre os alunos.

Trata-se de um conceito de difícil digestão para quem cresceu dentro do sistema tradicional de ensino, onde o conhecimento era vertical e de mão única: o professor detinha o conhecimento e ensinava, cabendo ao aluno absorver e apresentar o resultado do aprendizado nas provas.

A evolução vislumbrada pela IBM dá importância ao modo como os alunos aprendem, e no mapeamento dos hábitos de estudo e habilidades individuais. Esse mapeamento não tira do professor a responsabilidade de guiar os alunos, muito pelo contrário.

Com a tecnologia baseada em cloud e análise de big data, será possível identificar as matérias com que os alunos individualmente tem mais dificuldade, fazer adequações em tempo real no currículo, mudando, por exemplo, o ensino de matemática pura com fórmulas para representações visuais, muito mais amigáveis.

Em todas as etapas, o professor acompanha o processo, cabendo a ele as decisões cruciais referentes ao aprendizado. A tecnologia não substituirá o mestre, mas dará a ele ferramentas adicionais para ensinar melhor.

O resultado serão alunos mais felizes, com capacidade de transpor obstáculos educacionais mais facilmente, sem prejuízo do conteúdo aprendido. Conforme as preferências do aluno sejam identificadas, será possível ainda direcionar os estudos para fortalecer áreas específicas do conhecimento necessárias para determinada carreira.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor