Vodafone vê adiada decisão sobre investimento na Índia

EmpresasMobilidadeNegócios

O regulador de investimento estrangeiro da Índia adiou a decisão sobre a proposta da Vodafone em obter o total controle de sua unidade indiana. A Vodafone vê assim adiado um negócio que está avaliado em 3,7 bilhões de reais (1,6 bilhão de dólares). A empresa Vodafone entrou no mercado indiano em 2007, com a compra

O regulador de investimento estrangeiro da Índia adiou a decisão sobre a proposta da Vodafone em obter o total controle de sua unidade indiana. A Vodafone vê assim adiado um negócio que está avaliado em 3,7 bilhões de reais (1,6 bilhão de dólares).

20IN_INDIA_VODAFON_1150192f

A empresa Vodafone entrou no mercado indiano em 2007, com a compra da operadora de celular Hutchison Whampoa’s. Esta compra foi avaliada em 25,5 bilhões de reais (cerca de 11 bilhões de dólares) e detém direta e indiretamente, 84,5 por cento da Vodafone Índia.

A Vodafone Índia é a segunda maior empresa de telecomunicações do país em número de usuários, sendo que diretamente, a Vodafone detém 64,38 por cento da unidade indiana.

De acordo com as autoridades locais, o regulador adiou a decisão por não ter recebido aprovações de segurança do Ministério do Interior.

Em agosto deste ano, a Índia tornou mais flexíveis suas regras de investimento estrangeiro no setor. Antes, as empresas estrangeiras só podiam ter fatias diretas de até 74 por cento. Hoje, já é permitido às companhias, que detenham cem por cento dos seus negócios no país.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor