Ações da Microsoft continuam em queda

Negócios

Steve Ballmer, atual CEO da Microsoft, perdeu mais de um bilhão de dólares do valor das suas ações. Esta perda está relacionada com o processo de seleção do seu sucessor que tem sido arrastado e, os investidores estão desapontados com a possível escolha de um candidato interno. Desde de dezembro de 2013 que as ações da Microsoft caíram quase nove por cento. Com

Steve Ballmer, atual CEO da Microsoft, perdeu mais de um bilhão de dólares do valor das suas ações. Esta perda está relacionada com o processo de seleção do seu sucessor que tem sido arrastado e, os investidores estão desapontados com a possível escolha de um candidato interno.

1387036397_content_thumb

Desde de dezembro de 2013 que as ações da Microsoft caíram quase nove por cento. Com esta queda, o valor das participações de Ballmer desvalorizaram cerca de 1,1 bilhão de dólares.

Já Bill Gates, presidente e cofundador, perdeu 1,2 bilhão do valor das suas ações.

Os analistas da MKM Partners Israel Hernandez e Tyler Radke já tinham previsto que o preço das ações da Microsoft deverá cair para 30 dólares. A queda está relacionada com o plano da empresa de selecionar o seu novo CEO entre atuais executivos da companhia.

Hernandez diz que esta queda é a repetição do que aconteceu no início de dezembro, quando o preço das ações da Microsoft caíram, por causa de Alan Mulally não ter sido selecionado pelo conselho da Microsoft para substituir Ballmer.

Os investidores acreditavam que Mulally seria o candidato ideal, por causa do seu modelo de gestão. Esta escolha seria a melhor para livrar a Microsoft de áreas menos lucrativas, como a operação de busca Bing e Xbox.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor