Apple e Samsung medeiam disputa nos EUA

Negócios

A Apple e a Samsung concordaram em comparecer a uma sessão de mediação a ser realizada em 19 de fevereiro ou antes, conforme se preparam para se enfrentar em um tribunal em março sobre patentes de smartphones. Os presidentes-executivos da Apple, Tim Cook, e da Samsung, Oh-Hyun Kwon, comparecerão à sessão acompanhados apenas de advogados

Susana Marvão com Lara Veríssmo

A Apple e a Samsung concordaram em comparecer a uma sessão de mediação a ser realizada em 19 de fevereiro ou antes, conforme se preparam para se enfrentar em um tribunal em março sobre patentes de smartphones.

Tribunal_de_Justi_a_Martelo

Os presidentes-executivos da Apple, Tim Cook, e da Samsung, Oh-Hyun Kwon, comparecerão à sessão acompanhados apenas de advogados da área jurídica das empresas, de acordo com um documento de quarta-feira da corte. Suas equipes jurídicas se encontraram no dia 6 de janeiro para “discutir oportunidades de acordo”, segundo o documento.

Nenhuma das duas companhias retornou imediatamente pedidos para comentarem a informação. As rivais de tecnologia se enfrentarão em março nos Estados Unidos sobre queixas da Apple de que a Samsung infringiu suas patentes.

Nos últimos dois anos, a Apple e a Samsung foram à Justiça duas vezes em San Jose, na corte federal da Califórnia, e a Apple obteve cerca de 930 milhões de dólares. A verdade é que esta medida não prejudicou as vendas de Samsung, que conseguiu ultrapassar a Apple em vários mercados.

O pedido para que as duas empresas fizessem uma proposta de mediação antes do julgamento de março foi feito pela juíza distrital Lucy Koh em 13 de novembro do ano passado.

As duas fabricantes mantêm vários processos em tribunal, não só nos Estados Unidos mas também em outros países, todos eles ligados à disputa de patentes.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor