ARM entrará no mercado de servidores em 2014

CloudEscritórioHOME

Até o final do ano a ARM, responsável pela arquitetura básica dos chips de praticamente todos os smartphones do planeta, anunciou que projetará chips específicos para servidores. Com preços muito menores que os chips da Intel, as CPUs ARM se destacam pela capacidade de processamento paralelo e endereçamento de dados. O consumo energético dessas CPUs

Até o final do ano a ARM, responsável pela arquitetura básica dos chips de praticamente todos os smartphones do planeta, anunciou que projetará chips específicos para servidores.

arm_cpu_super

Com preços muito menores que os chips da Intel, as CPUs ARM se destacam pela capacidade de processamento paralelo e endereçamento de dados. O consumo energético dessas CPUs é extremamente eficiente, oferecendo menor custo de propriedade, em especial com refrigeração.

Por causa do crescimento dos serviços em cloud computing, há uma demanda enorme por servidores. Segundo o IDC, 2,3 milhões máquinas do tipo foram vendidas em 2013, 2,2 milhões com chips da Intel, com arquitetura x86. Caso conte com amplo suporte dos fabricantes, a ARM pode conquistar uma considerável parte do share da Intel.

Com os rumores de que o Google estaria desenvolvendo seus próprios servidores com arquitetura ARM, é natural que a empresa britânica licencie o design básico de seus chips para outros fabricantes. Qualcomm, Samsung, Toshiba, Texas Instruments e Nvidia são algumas das empresas que utilizam a tecnologia ARM para produção de CPUs.

 

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor