Buscapé assumirá operação na Europa e África

e-MarketingHOMENegócios

O Buscapé será responsável por 13 sites de comparação de preços do grupo Naspers. Com isso, a empresa paulistana, número um em buscas de preços no Brasil, se tornará líder global do segmento. O grupo sul-africano Naspers comprou 91% do Buscapé em 2009, por US$ 342 milhões. A mudança nas operações mundiais do grupo é

O Buscapé será responsável por 13 sites de comparação de preços do grupo Naspers. Com isso, a empresa paulistana, número um em buscas de preços no Brasil, se tornará líder global do segmento.

romero rodrigues - buscape

O grupo sul-africano Naspers comprou 91% do Buscapé em 2009, por US$ 342 milhões. A mudança nas operações mundiais do grupo é reflexo direto da aquisição. Romero Rodrigues (foto), fundador e ex-presidente do Buscapé para a América Latina, será o presidente global do segmento de comparação de preços do grupo.

O Buscapé ficará responsável pelos sites Ceneo (Polônia), Heureka (República Tcheca e Eslováquia), Vcene (Ucrânia), Ucuzu (Turquia), Arukereso (Hungria), Compari (Romênia), Pazaruvaj (Bulgária), Shoppydoo, Trovaprezzi, Misshobby e Drezzi (Itália), Shoppydoo (Espanha) e Pricecheck (África do Sul e Nigéria). O brasileiro Bondfaro, que também já era da Naspers, também vai integrar os negócios do Buscapé. A marca adotada pelos sites não será substituída pela marca Buscapé.

No ranking brasileiro de comparação de preços, o Buscapé é seguido por Uol Shopping, Zoom e Google Shopping. Já no ranking global, os dados de novembro passado mostram o Buscapé em quarto lugar, atrás de Price Grabber, Google Shopping e Yahoo Shopping, que lidera a lista com 55 milhões de visitantes.

A expectativa é que, com a unificação da operação, o Buscapé tenha mais de 120 milhões de visitantes mensais. Para isso, a empresa aumentará sua força de trabalho de 1,4 mil para 1,7 mil funcionários, com previsão de aumento de receita da ordem de 40%.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor