Intel aposta em big data para 2014

Big DataData StorageHOME

Segundo prevê a Intel, serão mais de 15 bilhões de dispositivos conectados no futuro próximo. Com tantos aparelhos conectados, uma quantidade enorme de dados será gerada e grandes oportunidades serão apresentadas a quem souber como usar essa informação. A análise preditiva e dados brutos vão estimular o crescimento da indústrias, ao mesmo tempo que aumentará

Segundo prevê a Intel, serão mais de 15 bilhões de dispositivos conectados no futuro próximo. Com tantos aparelhos conectados, uma quantidade enorme de dados será gerada e grandes oportunidades serão apresentadas a quem souber como usar essa informação.

Intel-Cloud

A análise preditiva e dados brutos vão estimular o crescimento da indústrias, ao mesmo tempo que aumentará a inteligência das empresas, que operarão em melhores condições competitivas.

A Intel também acredita que o setor público seguirá pelo mesmo caminho, aplicando a análise de dados como ferramenta para definir estratégias de atuação. Tanto o setor público quanto o privado precisam fazer com que os dados realmente funcionem para criar valor para consumidores, empresas e governos.

Vale lembrar que a empresa é líder isolada no mercado de servidores, com mais de 95% de participação na venda de CPUs especializadas.

“Isso resultará em um imenso volume de dados e uma necessidade correspondente por análises inteligentes. A Intel está trabalhando com as principais empresas, provedores de serviços de telecomunicações e nuvem para oferecer tecnologia para que ferramentas de Big Data cada vez mais eficientes”, afirma Fernando Martins Presidente e Diretor Geral da Intel Brasil.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor