Lenovo mantém-se na corrida pelos servidores da IBM

Business IntelligenceData StorageEmpresasNegócios

A chinesa Lenovo decidiu reiniciar conversações para comprar a unidade de servidores da IBM. Esta aquisição pode ajudar a se diversificar para além do mercado de PCs, atualmente em queda. Durante as primeiras negociações realizadas no ano anterior, as duas empresas não conseguiram chegar a um acordo sobre os preços da venda. Na época, a

A chinesa Lenovo decidiu reiniciar conversações para comprar a unidade de servidores da IBM. Esta aquisição pode ajudar a se diversificar para além do mercado de PCs, atualmente em queda.

IBM_Blue_Gene_P_supercomputer

Durante as primeiras negociações realizadas no ano anterior, as duas empresas não conseguiram chegar a um acordo sobre os preços da venda. Na época, a IBM pedia entre 4 bilhões e 6 bilhões de dólares pela unidade, enquanto a Lenovo só estava disposta a oferecer 2,5 bilhões de dólares.

No que toca a este assunto, a Lenovo apenas disse que mantém conversas preliminares sobre uma aquisição.

A empresa não referiu quem seria o vendedor nem esclareceu se a aquisição estaria ou não relacionada com o  mercado de servidores. A empresa acrescentou que não acertou nenhum acordo definitivo.

Do lado da IBM, um porta-voz disse que a companhia não queria comentar o possível negócio.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor