Operadoras brasileiras ampliam pontos de Wi-Fi

e-MarketingEmpresasNegóciosOperadorasProjetosRedesService Provider

As operadoras de telefonia no Brasil pretendem ampliar em 2014 o número de pontos de acesso à internet com tecnologia Wi-Fi. Esta foi a forma que as operadoras encontraram para descongestionar suas redes móveis e, ao mesmo tempo, melhorar o serviço para os usuários. Em um ano em que prevê o aumento do uso de dados, por cauda da

As operadoras de telefonia no Brasil pretendem ampliar em 2014 o número de pontos de acesso à internet com tecnologia Wi-Fi. Esta foi a forma que as operadoras encontraram para descongestionar suas redes móveis e, ao mesmo tempo, melhorar o serviço para os usuários.

thumb_846__auto_637d31449f09ec707b135cca4c94b868

Em um ano em que prevê o aumento do uso de dados, por cauda da Copa do Mundo, os investimentos para a instalação de pontos de Wi-Fi – hotspots – em lugares públicos e privados são até dez vezes menores que os necessários para a instalação de redes 3G e 4G. Por outro lado, o facto de terem cobertura limitada, faz com que estas redes sejam vistas como complementares aos serviços de internet móvel das operadoras.

A Claro pretende ampliar a sua rede de hotspots lançada em maio de 2013. A empresa tem atualmente 6 mil pontos de conexão no país, todos eles localizados em lugares públicos de grandes centros urbanos.

Segundo o diretor de serviços de valor agregado da operadora, Alexandre Olivari, “Devemos ampliar os investimentos em hotspot este ano, mas daremos agora foco maior em Wi-Fi indoor do que outdoor. O Wi-Fi serve como um complemento para a falta de espectro no 3G e 4G”.

Para a Copa do Mundo, a Claro negocia acordos com operadoras internacionais para que visitantes estrangeiros tenham acesso às redes sem fio no Brasil. A Claro também instalará em parceria com concorrentes redes Wi-Fi em mais da metade dos 12 estádios que receberão jogos durante o Mundial.

Mesmo assim, a rede Wi-Fi brasileira é considerada pequena se comparada a outros países. Números da Anatel apontam para 158,9 mil hotspots no Brasil.

A Oi responde por quase 96 por cento dos hotspots do país, com 152,5 mil pontos. A empresa foi uma das primeiras a investir no segmento, em 2011, e atingiu a liderança principalmente devido à parceria com a FON, uma comunidade global com 12,3 milhões de usuários que compartilham conexão pela rede sem fio.

Em comunicado a companhia disse apenas que “A Oi está expandindo sua rede de Wi-Fi, implantando novos pontos de conexão gratuitos em bancas de jornais do Rio de Janeiro”.

No que toca à TIM Participações, esta disse ter encerrado 2013 com 719 pontos de conexão sem fio, tendo iniciado o ano com apenas 50. “Em 2014, a companhia vai continuar a expansão de forma ainda mais acelerada”, explica em comunicado um representante da operadora.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor