Oracle aposta na medicina personalizada

CloudEmpresasNegóciosServidores

A empresa norte-americana decidiu reforçar a sua aposta no desenvolvimento deste tipo de medicina através da criação do Health Sciences Translational Research Center 3.0, uma plataforma que facilita o uso secundário de dados médicos em organizações e clínicas e que tem o objetivo de apoiar o ciclo de vida completo para uso clínico de investigação.

A empresa norte-americana decidiu reforçar a sua aposta no desenvolvimento deste tipo de medicina através da criação do Health Sciences Translational Research Center 3.0, uma plataforma que facilita o uso secundário de dados médicos em organizações e clínicas e que tem o objetivo de apoiar o ciclo de vida completo para uso clínico de investigação.

 oracle

“A utilização secundária dos dados médicos por parte dos investigadores clínicos é uma das formas mais eficazes para promover o desenvolvimento da medicina personalizada”. É por essa razão que a Oracle resolveu adicionar à plataforma tecnológica da marca novas áreas de estudo, bem como diversas interfaces de usuário e modelos de dados clínicos que proporcionam uma maior organização e método de trabalho, bem como mais segurança aos usuários.

Esse novo modelo de dados inclui agora mais de 70 tabelas principais, o que representa o dobro das existentes até então, bem como os resultados dos tratamentos ou aspetos mais privados como a história médica da família do paciente em questão.

Relativamente ao modelo de dados biológicos há agora mais de cem tabelas “que suportam a histologia e a mutação dos dados do Catalog Somatic Mutations in Cancer e da Human Gene Mutation Database”.

Com o novo Health Sciences Translational Research Center 3.0 é agora possível identificar de forma mais simples as alterações no genoma de cada paciente ao longo do ciclo de evolução da doença e ainda de poder corrigir essa mesma doença com os padrões de referência da pessoa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor