Telefônica tcheca vai cortar dez por cento dos funcionários

EmpregoEmpresasGestãoNegócios

A Telefônica Tcheca planeja demitir cerca de dez por cento de seu quadro de funcionários em 2014. A empresa anunciou a medida através de comunicado, dizendo que a medida faz parte de uma reestruturação em curso. No final de setembro do ano passado, a companhia contava com 5622 trabalhadores. Este número já tinha sido reduzido

A Telefônica Tcheca planeja demitir cerca de dez por cento de seu quadro de funcionários em 2014. A empresa anunciou a medida através de comunicado, dizendo que a medida faz parte de uma reestruturação em curso.

convergencia

No final de setembro do ano passado, a companhia contava com 5622 trabalhadores. Este número já tinha sido reduzido graças à redução de 12 por cento feita nesse ano.

A redução do quadro de pessoal em 2013 foi feita na  na sequência de uma plano similar ao que está previsto para este ano.

A Telefônica da República Tcheca registrou uma queda de 24 por cento no lucro líquido, do terceiro trimestre. O valor da queda está calculado em mais de 66 milhões de dólares.

Analistas já vinham apontando a Telefônica da República Tcheca como um ativo que o grupo poderia vender. O grupo de investimento tcheco PPF, cujo dono é o homem mais rico do país, Petr Kellner, será o comprador mais provável.

O PPF recentemente vendeu sua unidade de telecomunicações,  mas parece estar interessado em voltar ao setor. A empresa considerou participar do leilão de 4G em andamento na República Tcheca e, por isso, comprar o negócio da Telefônica seria uma boa hipótese para entrar no mercado.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor