Wall Street preocupado com guerra de operadoras americanas

EmpresasNegócios

A competição de fim de ano entre as operadoras de celular norte-americanas preocupou Wall Street. Os analistas acreditam que os lucros desta indústria podem cair fortemente. Foram várias as iniciativas agressivas noticiadas por parte das operadoras americanas para conseguirem mais clientes. O caso da AT&T foi um dos mais falados. No início do ano, a

A competição de fim de ano entre as operadoras de celular norte-americanas preocupou Wall Street. Os analistas acreditam que os lucros desta indústria podem cair fortemente.

13301426

Foram várias as iniciativas agressivas noticiadas por parte das operadoras americanas para conseguirem mais clientes. O caso da AT&T foi um dos mais falados. No início do ano, a segunda maior operdaora do país, não quis ficar atrás da rival T-Mobile US e, chegou a oferecer pagamento a clientes que saíssem da T-Mobile.

Outro caso aconteceu dias depois. A Sprint Corp começou por prometer grandes descontos para familiares e grupos de amigos e, terminou dizendo que pagaria custos de saída para consumidores que trocassem de operadora.

As ações das duas companhias ocorrem depois que, a T-Mobile registou três trimestres de crescimento do número de clientes. Estes resultados não eram esperados, porque a T-Mobile registou perdas nos últimos quatro anos.

Os analistas temem que a intensificação da competição possa resultar na perda de bilhões de dólares em receitas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor