As quatro principais novidades da Intel para o MWC

MobilidadeNegócios

A Internet das Coisas, as plataformas de conetividade 4G, os novos acordos com fabricantes e o chip Moorefiled, são os focos mobile principais da Intel este ano. O Mobile World Congress de Barcelona foi o canal escolhido pela Intel para mostrar sua força em um mercado onde a concorrente ARM domina com esmagadora vantagem. A Intel

Especial BR

A Internet das Coisas, as plataformas de conetividade 4G, os novos acordos com fabricantes e o chip Moorefiled, são os focos mobile principais da Intel este ano.

renee james

O Mobile World Congress de Barcelona foi o canal escolhido pela Intel para mostrar sua força em um mercado onde a concorrente ARM domina com esmagadora vantagem.

A Intel focou a sua participação no evento demonstrando seus novos processadores móveis, preparados para 4G, e na divulgação de acordos com clientes, que são as novas iniciativas destinadas à transformação da infraestrutura das redes para a Internet das Coisas.

Renee James, presidente da Intel, revelou os novos produtos voltados a computadores e ao setor de telecomunicações, que vão desde desde os dispositivos mais pequenos até infraestrutura de redes móveis, mais complexas. O portfólio de produtos está concebido para competir com o ecossistema móvel da atualidade e para servir à  próxima era da computação, a Internet das Coisas.

Os focos da Intel para este Mobile World Congress 2014 são:

1) O lançamento do Processador Intel Atom de 64-bit com quatro núcleos, para smartphones e tablets com Android. Segundo explicaram os porta-vozes da empresa, o chip é reflexo da crescente adoção da plataforma LTE Intel XMM 7160 e de sua sucessora, com características de conectividade 4G avançadas e baixo consumo energético.

2) A Intel anunciou diversos acordos com Lenovo,  ASUS, Dell e  Foxconn, que têm como objetivo expandir a disponibilidade de tablets e de smartphones com processadores e plataformas de comunicação Intel Atom. a executiva disse que a Intel redefinindo a infraestrutura das redes para reduzir custos e para disponibilizar aos fornecedores de serviços uma oferta melhorada de experiências aos clientes e novos serviços

Por um lado, a Intel e a Lenovo anunciaram planos para introduzir, este ano, novos dispositivos móveis baseados em Intel e a empresa chinesa disse que planeia incorporar a conetividade LTE da Intel em alguns Ultrabook. A Asus anunciou que lançará este ano no mercado uma série completa de smartphones e tablets baseados em Intel. A empresa apresentou a sua linha de Smartphone ZenFone e o PadFone mini, ambos com processadores e plataformas de comunicação Intel e o Asus Fonepad 7 LTE (ME3762CL) com processador Intel Atom e conetividade LTE da empresa.

A Dell e a Intel continuarão sua colaboração de longa data para incluir a gama de tablets que se iniciou com a introdução da linha Dell Venue, ano passado. Os produtos Dell baseados em Intel trarão Android e Windows embarcados. Por fim, a Foxconn e a Intel vão unir forças para impulsionar uma maior oferta mundial de tablets Android acessíveis e de alta qualidade baseados em Intel.

3) A união com a McAfee Mobile Security, que oferece soluções completas de segurança para dispositivos Android e iOS, que, segundo a empresa, visam “proteger de forma proativa os consumidores contra malware e permitir aos clientes empresariais separar os dados pessoais dos profissionais nos dispositivos Android baseados em Intel”. A Intel espera que os tablets equipados com Intel Device Protection Technology (DPT) – solução proprietária administrada pela McAfee –  comecem a ser distribuídos ainda este ano pelos principais fabricantes de equipamentos, entre os quais a Dell.

4) Parcerias com a Alcatel-Lucent e a Cisco destinadas à transformação da infraestrutura das redes para a Internet das Coisas. De acordo com a presidente, o objetivo é solucionar de forma preventiva os problemas da comunicação perene entre múltiplos dispositivos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor