Galaxy S5 terá variante com processador de oito núcleos

MobilidadeNegócios

Além do modelo com processador de quatro núcleos Snapdragon 801 de 2,5 GHz, que se acaba de ser apresentado em Barcelona, a Samsung comercializará um Galaxy S5 com chip octa-core com 2,1 GHz de velocidade. Uma das novidades mais esperadas do Mobile World Congress (MWC), que acontece nessa semana em Barcelona, foi revelada na tarde

Especial BR

Além do modelo com processador de quatro núcleos Snapdragon 801 de 2,5 GHz, que se acaba de ser apresentado em Barcelona, a Samsung comercializará um Galaxy S5 com chip octa-core com 2,1 GHz de velocidade.

Galaxy S5

Uma das novidades mais esperadas do Mobile World Congress (MWC), que acontece nessa semana em Barcelona, foi revelada na tarde de ontem.

Falamos do novo smartphone topo de linha da Samsung: o Galaxy S5, um aparelho completo que competirá diretamente com rivais como o iPhone 5s e, no futuro, com outros aparelhos como o HTC M8.

Com tela de 5,1 polegadas, o dispositivo usa o sistema operacional Android Kitkat, inclui um câmera de 16 megapixels repleta de funções fotográficas, permite gravar com resolução 4K, tem 2 GB de RAM e até 64 GB de armazenamento interno, oferece uma bateria de 2800 mAh, conetividade simultânea por Wi-Fi e 4G, resistente à poeira e água, com sensor de pressão arterial e biométrico.

De modo geral, este é o telefone que trouxe a Samsung até a Espanha. E que processador foi escolhido pela Samsung? Foi o Snapdragon 801 da Qualcomm, com quatro núcleos rodando a 2,5 GHz.

Este não é o único modelo de S5 que a empresa sul-coreana colocará à venda. Segundo uma infografia comparativa na qual os seus próprios responsáveis apresentam as especificações deste smartphone de referência ao longo dos tempos, desde o Galaxy S lançado em 2010 até ao recentemente revelado Galaxy S5, este último terá uma segunda versão com chip de oito núcleos de processamento, rodando a 2,1 GHz.

Embora esta infografia oficial não revele detalhes, nem sobre a marca do chip ou de quando o smartphone estará disponível, imaginamos que se trata da nova versão do Exynos que deverá apresentar arquitetura 64-bits,  seguindo as últimas tendências da computação móvel.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor