Kaspersky divulga informação sobre vários tipos de malware

SegurançaVírus

Vários analistas da Kaspersky Lab compilaram uma classificação dos diferentes tipos de malware que existem. Existem os Vírus, Worms, Trojans, Ramsonwares, Rootkits, Backdoors (RAT) e ainda Downloaders. As soluções de segurança são cada vez mais necessárias para proteger os diferentes dispositivos que se utiliza, seja computador, smartphone ou tablet. Os vírus são um tipo de código que se instala sem o consentimento do

Vários analistas da Kaspersky Lab compilaram uma classificação dos diferentes tipos de malware que existem. Existem os Vírus, Worms, Trojans, Ramsonwares, Rootkits, Backdoors (RAT) e ainda Downloaders.

MALWARE-VIRUS-MULHERESPERDIDAS_EXE-e1383233894529

As soluções de segurança são cada vez mais necessárias para proteger os diferentes dispositivos que se utiliza, seja computador, smartphone ou tablet. Os vírus são um tipo de código que se instala sem o consentimento do usuário. Podem ser diferenciados de acordo com o que infectam, os métodos que utilizam para seleccionar o objecto e as técnicas de ataque.

No que diz respeito aos Worms, estes são uma subclasse de vírus. Diferem dos Vírus na medida em que não infectam ficheiros existentes, mas antes instalam-se diretamente nos computadores e ali ficam até que chegue o momento adequado para penetrar noutros sistemas, através, por exemplo, de redes vulneráveis.

Os Trojans diferem totalmente dos Vírus e dos Worms. Têm o aspeto de programas legítimos mas estão desenhados para atacar. O nome procede do cavalo de Tróia da antiga Grécia, porque se disfarçam de programas úteis para o usuário, mas têm funções destrutivas.

Ramsomware foi exclusivamente concebido para extorquir as suas vítimas e conseguir dinheiro. Para isso, informa os usuários que têm um software pirateado ou que visualizaram vídeos ilegais, para que assim reajam de forma assustada e precipitada ao aviso e paguem uma multa financeira.

Os Rootkit são uma parte especial de malware, já que foram feitos especificamente para que nem o usuário nem a solução de segurança se inteirem da sua presença no sistema.

Já o Backdoor (RAT), é conhecido em inglês como Remote Administration Tools é um aplicativo através da qual os cibercriminosos podem aceder ao computador sem que o usuário se aperceba disso.

Por último, os Downloaders são pequenas peças de código que servem para descarregar código malicioso de todo o tipo no sistema da vítima a partir do servidor do cibercriminoso.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor