Mercado indiano é disputado pela Vodafone e Reliance Infocomm

Negócios

A Índia arrecadou quase dez mil milhões de dólares de um leilão de um espectro wireless que fez emergir a Reliance Jio Infocomm como um potencial adversário da Vodafone e da Bharti Airtel. O governo lucrou 375,7 bilhões de rupias (cerca de 14,4 bilhões de reais) em licitações para a banda de 1800 megahertz em 22 zonas

A Índia arrecadou quase dez mil milhões de dólares de um leilão de um espectro wireless que fez emergir a Reliance Jio Infocomm como um potencial adversário da Vodafone e da Bharti Airtel.

Vodafone

O governo lucrou 375,7 bilhões de rupias (cerca de 14,4 bilhões de reais) em licitações para a banda de 1800 megahertz em 22 zonas regionais e 235,9 bilhões para 900 MHz em Mumbai, de acordo com o vice-presidente da e-Procurement Technologies, Suraj Radhakrishnan.

A Reliance Jio junta-se à Vodafone, a maior licitadora no leilão, e à multimilionária Bharti na corrida para conquistar o maior mercado de wireless depois da China.

“Este foi um leilão dispendioso que terá impacto no balanço das empresas, que já estão emersas em dívidas, como a Bharti”, declarou Hrit Shah, um analista da Nirmal Bang Equities. A Reliance Joi, o mais novo dos participantes, comprou comprimentos de onde em todas as principais regiões da Índia e poderá suplantar a Bharti.

A Vodafone diz ter gasto 196 bilhões de rupias no leilão, com 56 milhões de rupias a serem pagas este ano fiscal. Parte do espectro adquirido na gama dos 1800 MHz será usada para um serviço telefónico de quarta geração.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor