Novo vírus pode atacar empresas e governos

SegurançaVírus

A Kaspersky Lab – empresa de pesquisa de segurança digital – revelou um novo supervírus: o Careto. Este vírus possui um conjunto de ferramentas que possibilita não apenas uma piora nos computadores, mas também coletar uma grande quantidade de seus dados. De acordo com matéria publicada no jornal O Estado de S.Paulo, o vírus funciona por spear

Kaspersky Lab – empresa de pesquisa de segurança digital – revelou um novo supervírus: o Careto. Este vírus possui um conjunto de ferramentas que possibilita não apenas uma piora nos computadores, mas também coletar uma grande quantidade de seus dados.

internet-computer-security

De acordo com matéria publicada no jornal O Estado de S.Paulo, o vírus funciona por spear phishing. É enviado um e-mail originário de um endereço conhecido e, assim é criada uma porta de entrada para o roubo de informações. Assim que clicar nos links do e-mail, os dados do PC são coletados.

O vírus tem como alvo grandes empresas e órgãos governamentais. É capaz de atacar diversos sistemas operacionais: Windows, Mac OS X e Linux, além dos sistemas para smartphones iOS e Android.

Segundo o relatório da Kaspersky, o Careto pode interceptar “tráfego de rede, o número de vezes que uma tecla é acionada, conversas por Skype, tráfego Wi-Fi, tirar informações do aparelho Nokia, ver as chaves PGP (encriptação e descriptografia de dados) e monitorar os arquivos”.

A Kaspersky Lab ainda não conseguiu descobrir qual a fonte do Careto. Ainda assim, há suspeitas de que o vírus tenha sido criado por um serviço nacional de inteligência (espionagem).


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor