Pagamentos móveis ficam mais acessíveis [com vídeo]

HOMEMobilidadeNegócios

Pequenos empreendedores sempre tiveram dificuldade em oferecer aos clientes a opção de pagar com cartão de crédito. O custo fixo envolvido nas máquinas de cartões e o tempo para receber o valor negociado era um impeditivo, que acabava impactando as vendas. Pensando nisso, algumas empresas desenvolveram soluções de pagamentos móveis que utilizam o smartphone para

Pequenos empreendedores sempre tiveram dificuldade em oferecer aos clientes a opção de pagar com cartão de crédito. O custo fixo envolvido nas máquinas de cartões e o tempo para receber o valor negociado era um impeditivo, que acabava impactando as vendas.

izettle

Pensando nisso, algumas empresas desenvolveram soluções de pagamentos móveis que utilizam o smartphone para aumentar a acessibilidade desse público, impactando de forma positiva o consumidor, que ganha a comodidade do pagamento em cartão, sem abrir mão da segurança.

O mercado desse tipo de pagamento,  em menos de três anos, explodiu em popularidade.

Conversamos com Renato Silva, Gerente de Operações da iZettle no Brasil, uma das maiores empresas do segmento de pagamentos móveis simplificados do mundo.

Fundada em 2010, com sede em Estocolmo, a iZettle está presente no Reino Unido, Espanha, Alemanha, Suécia, Dinamarca, Noruega, Finlândia, México e Brasil.

Com o Santander como parceiro, que garante a solidez financeira e a integração transparente dos recebimentos com o sistema bancário brasileiro, a iZettle se propõe a oferecer, para qualquer pessoa, a modalidade de recebimento por cartão.

As regras são simples: com um leitor, que custa R$ 99, e uma conta bancária, qualquer microempresário, profissional autônomo ou empreendedor pode aceitar cartões de forma segura, pagando 5,75% por operação.

A taxa pode parecer alta, afinal as máquinas de cartão usualmente cobram a partir de 4%, mas o iZettle tem a vantagem de não cobrar mensalidade. E o mais importante para os pequenos empresários: o valor é antecipado e recebido em cinco dias, em vez dos trinta das máquinas comuns.

É importante notar que a iZettle fez seu nome no Brasil de forma muito rápida, especialmente se levarmos em conta que trata-se de uma empresa sueca até então desconhecida por aqui. O segredo do sucesso foi o investimento maciço de marketing online, em especial no Facebook.

O aplicativo do serviço, que está disponível para iOS e Android, permite que o empreendedor faça uma pequena loja virtual, com os preços atribuídos, facilitando a escolha do comprador. A interface intuitiva permite que qualquer pessoa com o mínimo de familiaridade com a internet encontre o que procura, com descrição completa do produto.

Com um toque, o aplicativo abre uma sessão segura, em que as informações financeiras são criptografadas, e se comunica com os sistemas das operadoras Visa e Mastercard, que autenticam a operação. Com a assinatura na tela, o cliente conclui o processo, que dura poucos segundos.

A companhia liberou o uso de um SDK para que programadores integrem o sistema de pagamentos em seus próprios aplicativos, permitindo que os compradores fiquem dentro  de um único ambiente, sem precisar mudar de aplicativo para pagar.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor