Primeira corretora de Bitcoins está à beira da falência

e-MarketingHOME

A japonesa Mt. Gox, que foi a primeira empresa a converter a moeda virtual Bitcoin para moeda corrente, suspendeu sem aviso todos os saques em dinheiro de seus clientes. A justificativa que a empresa deu foi a instabilidade de seus sistemas, o que impede a validação e conversão dos valores. Além das falhas técnicas, a

A japonesa Mt. Gox, que foi a primeira empresa a converter a moeda virtual Bitcoin para moeda corrente, suspendeu sem aviso todos os saques em dinheiro de seus clientes.

bitcoins2

A justificativa que a empresa deu foi a instabilidade de seus sistemas, o que impede a validação e conversão dos valores.

Além das falhas técnicas, a Mt. Gox também tem apresentado sérios indícios de insolvência. Autoridades norte-americanas apreenderam cerca de US$ 5 milhões da companhia, sob acusação de lavagem de dinheiro.

O dinheiro convertido também demorava muito para cair na conta dos clientes. Antes, a empresa concluia a operação em menos de cinco dias, nas últimas semanas, eram constantes as reclamações de pessoas que esperaram mais de um mês para acessar seu dinheiro.

A queda da Mt. Gox é reflexo direto do crescimento do interesse na moeda virtual. Com o aumento exponencial das transações, as primeiras empresas de conversão simplesmente não conseguem atender a demanda e, sem um banco para fornecer o lastro financeiro, quebram.

Com cinco anos em circulação, as Bitcoins não tem apoio formal de nenhum governo, o que tem atraído a atenção de órgãos reguladores internacionais. O amplo uso da moeda em atividades ilegais e o anonimato completo das transações é um dos principais motivos de preocupação das autoridades.

A Mt. Gox não tem previsão para a regularização de suas operações. Os investidores não sabem se poderão reaver os valores convertidos e não sacados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor