SAP e operadoras lutam lado a lado contra spam

Fornecedores de SoftwareMobilidadeNegóciosOperadorasProjetosRedes

  A solução SAP SMS 365 tem por objetivo frear o avanço dos crimes cibernéticos cometidos por meio de mensagens de texto indesejadas. É fato que as aplicações de mensagens instantâneas como o WhatsApp são a última febre da comunicação móvel, com centenas de milhões de usuários no mundo, deixando de lado pouco a pouco

Especial BR 

A solução SAP SMS 365 tem por objetivo frear o avanço dos crimes cibernéticos cometidos por meio de mensagens de texto indesejadas.

Spam

É fato que as aplicações de mensagens instantâneas como o WhatsApp são a última febre da comunicação móvel, com centenas de milhões de usuários no mundo, deixando de lado pouco a pouco o SMS, as tradicionais mensagens instantâneas de texto..

No entanto, isto não quer dizer que o volume de SMS trocado globalmenteseja pequeno, nem tampouco que esse tráfego está livre de malware. De fato, os cibercriminosos encontram nesta tecnologia uma forma de expandir seus ataques via spam.

“Com um alcance global maciço de mais de três bilhões de pessoas, os SMS transformaram-se na última fronteira para os spammers e os vendedores sem ética”, explica William Dudley, diretor global de Estratégia de Produtos e Soluções da SAP Mobile Services, uma das empresas que participam do Mobile World Congress 2014 e que conta com uma solução capaz de trabalhar sobre combater as tentativas de infeção realizadas através das próprias operadoras de telecomunicações.

Falamos do SAP SMS 365, que ganhou novas capacidades de luta contra as mensagens indesejáveis e que se combina, também, com a tecnologia Cloudmark Security Platform. Segundo a multinacional alemã, esta ferramenta duplica a velocidade de bloqueio e processa cerca de 1,8 bilhão de mensagens diariamente.

“Atualmente conseguimos bloquear mais de um milhão de mensagens de spam por dia”, especifica Dudley, “e este número aumentará dramaticamente à medida que ampliamos a capacidade a toda a base de clientes”. Hoje, são mais de mil operadoras, em 200 países, que podem beneficiar seus clientes se a solução for adotada.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor