Sequoia Capital fortalece reputação graças ao WhatsApp

NegóciosRedesVoIP

Graças à compra do WhatsApp por parte da rede social Facebook, a Sequoia Capital conseguiu arranjar uma maneira de arranjar dinheiro e, ao mesmo tempo, aumentar sua reputação. Pouco após se mudar para o Vale do Silício em 2004, Mark Zuckerberg, pregou uma peça na Sequoia Capital fazendo uma apresentação para conseguir investimentos vestido de

Graças à compra do WhatsApp por parte da rede social Facebook, a Sequoia Capital conseguiu arranjar uma maneira de arranjar dinheiro e, ao mesmo tempo, aumentar sua reputação.

vencer-investidor

Pouco após se mudar para o Vale do Silício em 2004, Mark Zuckerberg, pregou uma peça na Sequoia Capital fazendo uma apresentação para conseguir investimentos vestido de pijama. A negociação nunca se tornou séria e a Sequoia nunca investiu no Facebook.

Agora, com a venda da companhia de serviço de mensagens WhatsApp ao Facebook por 19 bilhões de dólares, a Sequoia encontrou uma maneira de ganhar dinheiro com o Facebook e também de solidificar sua posição.

O negócio também deu reputação ao parceiro da Sequoia Jim Goetz. “Isso vai fazer com que muitos fundadores (de startups) queiram trabalhar com Jim Goetz”, disse Sam Altman, um parceiro na Y Combinator.

A Sequoia, investiu 60 milhões de dólares e lucrou cerca de 3 bilhões de dólares com o WhatsApp, segundo uma fonte familiarizada com a situação.

A companhia também apoiou o serviço de compartilhamento de fotos Instagram, que o Facebook comprou em 2012 por 1,01 bilhão de dólares.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor