Viber comprada pela Rakuten

Negócios

A gigante japonesa de comércio eletrónico Rakuten vai comprar o Viber Media por 900 milhões de dólares, um acordo que multiplicará em mais de o dobro o número de utilizadores do seu império digital. A Rakuten disponibiliza serviços desde financiamento a vídeos online na sua plataforma de e-commerce, a maior do Japão. No entanto, por

A gigante japonesa de comércio eletrónico Rakuten vai comprar o Viber Media por 900 milhões de dólares, um acordo que multiplicará em mais de o dobro o número de utilizadores do seu império digital.

Rakuten

A Rakuten disponibiliza serviços desde financiamento a vídeos online na sua plataforma de e-commerce, a maior do Japão. No entanto, por causa da diminuição de população e fraco consumo, o CEO Mikitani está a tentar reinventar a Rakuten como um one-stop-site para um público mais global.

O Viber, gerida pelo israelita Talmon Marco, vai adicionar 300 milhões de utilizadores aos 200 milhões existentes da Rakuten.

“Esta compra vai colocar a Rakuten noutro nível”, disse Mikitani. O negócio foi anunciado depois da Rakuten ter registado um aumento de 80 por cento nos rendimentos operativos em 2013.

“O desenvolvimento deste sistema de mensagens por nós próprios teria sido impossível”, acrescenta o CEO.

O Viber é uma das aplicações de messaging e de chamadas telefónicas para smartphones mais descarregadas da Internet, e conta com os EUA, com a Rússia e com a Austrália entre os seus maiores mercados.

Marco disse que a aquisição pela Rakuten ajudaria a empresa israelita a tornar-se uma plataforma de conteúdo digital, deixando de ser apenas uma fornecedora de chamadas de vos e mensagens gratuitas.

Recentemente, o Viber lançou uma aplicação de instant messaging para computadores pessoais que permite aos utilizadores efetuarem chamadas para outros clientes Viber e telemóveis não registados, configurando-se como uma rival da Skype.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor