Windows 8 não consegue sair da sombra do Windows 7

Software

O sistema operativo Windows 8 da Microsoft acumulou mais de 200 milhões em vendas de licenças desde o seu lançamento há 15 meses. De acordo com Tami Reller, chefe de marketing, o mais recente SO da gigante tecnológica encontra-se atrás do Windows 7 que, apenas no primeiro ano após o lançamento, vendeu 240 milhões. Os

O sistema operativo Windows 8 da Microsoft acumulou mais de 200 milhões em vendas de licenças desde o seu lançamento há 15 meses. De acordo com Tami Reller, chefe de marketing, o mais recente SO da gigante tecnológica encontra-se atrás do Windows 7 que, apenas no primeiro ano após o lançamento, vendeu 240 milhões.

Windows 7

Os mais recentes resultados de vendas do Windows 8, comunicados por Reller ontem no decorrer da conferência da Goldman Sachs, são os primeiros que a Microsoft torna públicos em mais de seis meses.

As vendas relativamente baixas do Windows 8, e da sua nova versão 8.1, refletem um declínio na procura de computadores pessoais, enquanto as vendas dos smartphones e dos tablets aumentam exponencialmente.

As vendas dos tablets deverão dominar os PC a nível mundial no próximo ano.

O Windows 8 foi desenhado como um novo sistema flexível que trabalharia igualmente bem computadores desktop e em tablets, mas acabou por alienar muitos utilizadores habituais, enquanto o tablet Surface não adquiriu muitos utilizadores do iPad da Apple.

Mais preocupante para a Microsoft, o número de pessoas que de facto usam Windows 8 é teimosamente baixo. Numa altura em que muitas empresas compraram licenças para o Windows 8, poucos foram os que instalaram o SO.

O Windows 7, apoiado pelo facto de ter substituído o infame Windows Vista, é o sistema operativo com mais sucesso da Microsoft até hoje, vendendo mais de 450 milhões de licenças.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor