Acessos 3G no Brasil passam dos 100 milhões

4GHOMEMobilidade

Conforme divulgado pela Anatel nesta quinta-feira, 27, o Brasil somou mais de 100 milhões de acessos por handsets com a tecnologia 3G em fevereiro. O 4G lentamente ganha força, enquanto os aparelhos 2G vão diminuindo de número. Hoje o País possui 101,4 milhões de linhas de terceira geração, cerca de 37,18% do mercado móvel total.

Conforme divulgado pela Anatel nesta quinta-feira, 27, o Brasil somou mais de 100 milhões de acessos por handsets com a tecnologia 3G em fevereiro. O 4G lentamente ganha força, enquanto os aparelhos 2G vão diminuindo de número.

smartphone1

Hoje o País possui 101,4 milhões de linhas de terceira geração, cerca de 37,18% do mercado móvel total. O crescimento foi de 1,26% na participação em relação a janeiro. Foram 3,5 milhões de adições, um aumento de 3,52%, superior ao registrado em janeiro). Vivo e TIM continuam na briga por novos clientes: 1,048 milhão (crescimento de 4,30%) e 1,045 milhão (4,11%), respectivamente.

TIM e Vivo tiveram crescimento simultâneo, (com participação de de 25,05% e 24,02%, respectivamente) e avançaram sobre a líder de mercado Claro (37,29%, com diminuição de 0,66 ponto percentual). No período, também cresceram Oi (5,55% ou 673,7 mil adições líquidas) e Nextel (57,55%, ou 97,6 mil adições líquidas) no período.

O número de desconexões 2G tem sido sempre equivalente ao de adições 3G. Em fevereiro foram 3,525 milhões de desconexões (queda de 2,24%), com destaque para a TIM, que desligou 1,074 milhão de acessos em sua base de segunda geração. A Vivo seguiu de perto, com 903,7 mil desconexões. No total, o Brasil ainda conta com 154 milhões de linhas 2G.

Quem mais aumentou o número de conexões LTE em fevereiro foi a TIM, com 19,30% de crescimento (ou 112,8 mil novas linhas). O ritmo de crescimento do 4G foi menor do que o de janeiro: 14,03% contra 16,38%. No total, o mercado brasileiro agora conta com 1,822 milhão de acessos 4G, com a Vivo líder (40,97%), seguida de TIM (32,09%), Claro (16,25%) e Oi (10,67%).

O total de aparelhos banda larga (3G + LTE) cresceu mais do que em janeiro, somando 3,824 milhões de acessos, aumento de 3,70%. A banda larga móvel cresceu 1,35% no total da base de todas as tecnologias, conseguindo em fevereiro share de 37,85%. Das quatro maiores, a que mais obteve adições líquidas foi a TIM, com 1,158 milhão de conexões. Ainda assim, a Vivo foi a que mais cresceu em relação ao mês anterior, com 4,53%. No total, o Brasil possui 103,230 milhões de handsets com banda larga móvel.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor