Huawei quer duplicar receitas até 2018

EmpresasMobilidadeNegócios

A empresa chinesa de telecom anunciou que quer duplicar as suas receitas nos próximos quatro anos, tendo na consolidação do 4G um fator decisivo para atingir esses valores. Assim, o objetivo é passar dos atuais US$ 38 bilhões para US$ 70 bilhões em 2018. Atualmente, 65% das receitas da Huawei são provenientes de mercados externos

A empresa chinesa de telecom anunciou que quer duplicar as suas receitas nos próximos quatro anos, tendo na consolidação do 4G um fator decisivo para atingir esses valores. Assim, o objetivo é passar dos atuais US$ 38 bilhões para US$ 70 bilhões em 2018.

huawei-sign

Atualmente, 65% das receitas da Huawei são provenientes de mercados externos à China, embora a região asiática tenha sido aquela que mais cresceu no último ano fiscal.

Aliás, as receitas no mercado chinês subiram 14% graças ao aumento na venda de smartphones e aos bons resultados obtidos no negócio de equipamentos de redes para empresas.

Forte no setor de infraestrutura de telecomunicações, a Huawei está em ampla expansão em diferentes regiões, em especial na Europa e África.

O crescimento da empresa só tem sido refreado devido às constantes acusações dos EUA de que seus equipamentos servem como canal de espionagem, ao ponto de causar mal estar entre o governo de Washington e Pequim.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor